BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

Benefícios da Hipnose na melhora ou solução para doenças psicossomáticas

ENTREVISTA SOBRE HIPNOSE COM ALEXANDRE RIET

Por Lizi Ricco

Reconhecida pelos Conselhos Federais de Odontologia, Medicina, Psicologia e de Fisioterapia e Terapias Ocupacionais, a Hipnose é considerada alternativa para tratamento de problemas causados pela mente humana como ansiedade, fobias, transtornos alimentares, depressão, entre outros.Já é utilizada oficialmente em grandes centros de saúde humana, como o Hospital A. C. Camargo, de São Paulo, especializado na luta contra o câncer, e também no Hospital das Clínicas de São Paulo (HC/SP).

Para entender o que é e como funciona, entrevistamos o hipnoterapeuta e coach Alexandre Riet para falar da técnica, benefícios e sobre algumas das suas experiências em caso bem sucedidos com pessoas que optaram pelo tratamento com Hipnose para resolverem problemas emocionais.

Confira a entrevista:

O que é  hipnose e o que caracteriza o estado de hipnose?

hipnose

Riet: Hipnose é um estado mental entre estar acordado e estar dormindo. É um estado neurofisiológico natural onde o indivíduo fica hiper focado, hiper concentrado, hiper atento, totalmente consciente de tudo ao seu redor, mas com a atenção direcionada a um único foco. Hipnose é um estado tão natural que acontece a maior parte do tempo e não percebemos.

 

Toda vez que estamos, por exemplo, em uma conversa muito interessante com uma pessoa que gostamos, por mais barulho que exista ao nosso redor, isso não nos atrapalha, conversamos com a pessoa, contamos histórias, revivemos situações em nossa mente, rimos, choramos, etc… estamos totalmente focados. Toda vez que assistimos a um filme que queríamos muito assistir, entramos em um estado que nada nos atrapalha, praticamente “entramos” pra dentro da história, e talvez tenhamos até certa dificuldade de responder se por ventura alguém nos chamar.

Quando estamos apaixonados, certamente estamos em estado de Hipnose, ficamos “hipnotizados” por uma pessoa (mesmo havendo mais 7 bilhões de outras pessoas no mundo) e excluímos todas as outras possibilidades de relacionamentos e nos consideramos aquela pessoa como a única a receber nossa atenção e nossos melhores sentimentos. É assim que acontece, não é mesmo?!

 

Também estamos hipnotizados quando, apenas imaginando um cenário desagradável de uma reunião importante, por exemplo, nos sentimos mal, nosso corpo produz alterações fisiológicas “reais” como se algo ruim estivesse acontecendo aqui e agora.

 

Não há, absolutamente, nada de incomum, anormal, sobrenatural na Hipnose. Não é místico, não é religioso (embora muitas religiões utilizem o estado de Hipnose para evocar a fé dos fiéis), não é perigoso.

 

Todos os mitos envolvendo Hipnose são totais distorções do que de fato acontece.

 

O que é necessário para que uma pessoa entre em transe hipnótico?

 

Riet: Basicamente são necessárias 3 coisas:

  1. Que ela QUEIRA entrar em Hipnose – toda Hipnose é Auto Hipnose, é particular, é uma faculdade do indivíduo, ninguém pode entrar em Hipnose se não quiser. Ela precisar querer seguir as instruções do profissional habilitado para conduzir o processo (quase o mesmo que seguir as instruções do GPS do carro);
  2. Possuir um grau de inteligência e saúde mental que entenda o que o Hipnoterapeuta está sugerindo (para pessoas com deficiências cognitivas elevadas ou disfunções mentais gravíssimas não conseguem entrar em Hipnose sendo conduzidas por outra pessoa)
  3. Estar se sentindo SEGURA com a experiência – o MEDO é o maior obstáculo para pessoas que querem usufruir dos benefícios da Hipnose. No momento em que a pessoa entende que vai estar no comando o tempo todo, ela relaxa e consegue entrar em Hipnose. O Hipnoterapeuta é apenas um Guia e Parceiro no processo, quem faz o trabalho mental é o próprio cliente.

 

Qualquer pessoa pode ser hipnotizada?

hipnose funciona

Riet: Sim, preenchendo os requisitos citados acima. Sendo mais específico, ela não será hipnotizada pelo Hipnoterapeuta, ela mesma irá se permitir entrar em Hipnose, toda Hipnose é Auto Hipnose.

 

Que tipo de preparação ou qualificação deve ter um profissional para realizar a hipnose?

 

Riet: Para realizar a Hipnose em si, por se tratar de um estado natural da mente, algo que acontece todos os dias (nas conversas entre as pessoas, em todos os comerciais em todas as mídias) não é necessário nenhuma qualificação específica, só ser um bom comunicador, toda comunicação efetiva é hipnótica por natureza.

Mas para utilizar a Hipnose com a finalidade terapêutica, com a finalidade de solucionar problemas emocionais e comportamentais, o profissional precisa entender como funciona a mente humana, o processo de aprendizagem, o processo de mudança comportamental, e para isso existem excelentes escolas de formação em Hipnoterapia, como a OHTC (OMNI Hypnosis Training Center), que é a única com ISO 9001 de qualidade de ensino e de processo de Hipnoterapia.

E respeito, muito respeito pelo ser humano.

 

Que benefícios a hipnose pode trazer às pessoas?

Riet: A Hipnose pode trazer benefícios em todos os problemas gerados a partir da mente humana (Doenças psicossomáticas em geral):

-Obesidade e transtornos alimentares
-Fobia social
-Fobias específicas (medo de aranhas, escuro, altura, palhaços, etc.)
-Náuseas relacionadas à gestação ou a tratamentos quimioterápicos
-Tabagismo
-Transtorno de Estresse Pós-traumático

-Ansiedade

-Hipertensão

-Distúrbios do sono

De que forma a hipnose contribui para melhora ou cura da depressão, fobia, estresse, angústia, entre outros problemas emocionais que acometem pessoas no mundo inteiro?

Riet: Em Hipnoterapia não nos referimos à cura, mas sim à condução do cliente a um estado mais saudável a partir dos sintomas que ele apresenta. A maioria dos problemas emocionais que assolam a humanidade decorrem da adaptação pela qual que estamos passando com o estilo de vida que criamos. Esse estilo de vida cada vez mais afastado da natureza e cada vez mais sedentário e exigindo muito mais do cérebro frente a mudanças constantes e velozes, corresponde a 0,01% da história da humanidade, segundo Yuval Harari, em seu livro Sapiens, uma breve história da humanidade.

Esse ritmo de vida sedentário e estressante faz com que a produção de hormônios e neurotransmissores para enfrentar o perigo como Cortisol e Adrenalina sejam muito maiores do que hormônios e neurotransmissores de felicidade e bem estar, como Dopamina, Ocitocina, Serotonina.

Em estado de Hipnose o indivíduo pode desenvolver novas habilidades para lidar com o estresse, bem como pode dar novos significados mais produtivos às experiências e memórias que ele acumulou ao longo da vida e que o deixaram com um sistema nervoso altamente sensível aos impasses naturais da vida.

A primeira experiência que a pessoa teve com o medo, por exemplo, fez com que ela escolhesse uma estratégia para lidar com aquele impasse: ou ela Lutou, enfrentou o perigo; ou Fugiu ou simplesmente “Congelou” e assim sucessivamente, as demais experiências foram afetadas por essa primeira estratégia para lidar com dificuldades. Por isso que muitas pessoas PROCRASTINAM sem saber exatamente porque não querem fazer o que precisam fazer, elas simplesmente desligam e não conseguem ser produtivas e criativas como desejavam.

Albert Einstein dizia que A IMAGINAÇÃO É MAIS IMPORTANTE QUE O CONHECIMENTO (Einstein era um entusiasta no uso da auto hipnose), e no estado de Hipnose a pessoa pode manipular suas memórias como desejar, pode ressignificar aquilo que na época ela não conseguiu lidar adequadamente, pode perdoar, pode pedir perdão, pode lembrar que é capaz, que é digna e merecedora do sucesso, enfim, pode usar o a força da imaginação para fazer o que quiser e se ver livre daquela carga emocional desagradável que influenciava todas suas escolhas no presente.

 

 

Há quanto tempo desenvolve teu trabalho com hipnose?

Riet: Desde 2013 atuo como Hipnoterapeuta.

 

Como funciona o atendimento?

Riet: Fazemos uma sessão prévia onde explico como funciona o processo, qual a minha responsabilidade, qual a responsabilidade do cliente, firmamos um contrato de confidencialidade, comprometimento mútuo e expectativa de sucesso e identificamos qual o estado atual, o que está incomodando a pessoa, como isso está gerando prejuízos a sua vida e o que ela deseja de mudanças na vida dela e o que está disposta a fazer para isso acontecer após o tratamento. Não existe mágica, existe processo de aprendizagem acelerado pela Hipnose e comprometimento do cliente em desenvolver cada vez mais novas estratégias para lidar com problemas antigos.

Logo após tirarmos todas as dúvidas, definirmos objetivos, eu ensino a pessoa a entrar em Hipnose, e o que ela precisa fazer é somente seguir minhas instruções e promover ser relaxamento físico e mental, o que é muito fácil de fazer se a pessoa seguir minhas orientações.

 

Assim que eu percebo que a pessoa realmente se entregou ao processo e se permitiu ser conduzida e está se sentindo segura, e que não está querendo “racionalizar” o processo, somente a partir daí começamos o processo de Hipnoterapia de fato, onde conduzo o cliente a ressignificar todas as experiências que estão no subconsciente (memórias que ela não lembrava mais e talvez nem lembrasse que havia esquecido, mas que acumularam tensão emocional)

 

Quantas sessões são necessárias para conquista de resultados?

Riet: No protocolo de Hipnoterapia que eu utilizo em meus atendimentos, que é o protocolo OMNI, um processo poderoso que tem qualificação ISO 9001, reconhecido no mundo inteiro, e que trata desde a causa do problema até todas as demais experiências relacionadas e que pode durar de 3 a 4 horas de sessão, o objetivo é RESOLVER O PROBLEMA DO CLIENTE EM UMA ÚNICA SESSÃO, no máximo em duas, caso seja necessário. No processo de Coaching que utilizo Hipnose, o UltraCoaching, eu ofereço um processo de, no máximo, 5 sessões, onde dou suporte e acompanhamento para o cliente lidar eficazmente com os desdobramentos que a sua mudança pessoal gerou no ambiente onde ele se encontra (família, relacionamento conjugal, trabalho, etc)

 

Entre os teus atendimentos, terias um caso que se destaque para contar?

Riet: Gosto muito do caso do jogador Nicolas Mores, que era do Grêmio e agora está no Figueirense. Ele vinha de um quadro de tristeza muito profunda por situações envolvendo a vida profissional e afetiva e estava a 5 meses sem marcar um gol sequer e pensando seriamente em abandonar o futebol. Na primeira sessão ele já voltou a  sorrir e jogar com leveza; após a segunda sessão ele marcou um lindíssimo gol no GreNal sub 20 do ano de 2016.

hipnose terapia

Outro que me tocou muito foi de uma senhora de 69 anos que estava em pânico por ter sofrido 4 assaltos com violência e não estava conseguindo desfrutar da qualidade de vida que construiu. Antes da sessão pedi a ela que lembrasse dos momentos da vida dela onde ela havia sido forte e corajosa e ela começou a lembrar de quando o marido a abandonou com duas filhas pequenas e ela decidiu começar a construir casas e dizia para os pedreiros como ela queria que as coisas fossem feitas. Lembrou também de quando era professora e lecionava para alunos “difíceis” e todos eles gostavam muito dela, tanto que somente o carro dela não era riscado no estacionamento da escola. Durante a sessão fiz com que ela em sua imaginação totalmente concentrada utilizasse esse mesmo padrão de comunicação e comportamento que utilizava com os pedreiros e os alunos naquelas situações onde ela fora assaltada. Ela conversava com os assaltantes, todos jovens e na imaginação dela todos eles a ouviam e pediram desculpas a ela e ela também os perdoou. Após a sessão não somente o medo excessivo que ela sentia desapareceu, como também o “peso nos ombros” que gerava dor física.

 

Um caso interessante também é de uma rapaz de 29 anos que mantinha relações homossexuais e não gostava de sentir esse desejo, o que gerava muito conflito na mente dele, atrapalhando tanto os relacionamentos afetivos, quanto a profissão, pois não acreditava que estava mentindo para as pessoas.

Na sessão de Hipnose a mente dele trouxe a primeira experiência sexual com uma menina, uma prima com apenas 3 anos de idade, onde fora repreendido pelos tios; depois mais algumas situações na adolescência que não foram agradáveis com meninas, até que houve uma situação com um menino na adolescência, a qual ele se culpava muito por ser mais velho que o menino (ele com 11 e o menino com 9).

Conduzi-o a um entendimento mais saudável do que havia acontecido, foram experiências comuns e como ele não tinha quem o orientasse, agora ele poderia orientar aqueles jovens sobre o que estava acontecendo, sem culpa, sem julgamento, perdoando a si mesmo e podendo optar pelo que ele achar mais conveniente de agora em diante.

Ele conseguiu entender e aceitar o que havia acontecido e agora está feliz com sua opção de namorar pessoas do sexo oposto.

 

Para quem deseja entrar em contato e saber mais sobre o tema e conhecer teu trabalho, como podem entrar em contato?

Riet: Pode entrar em contato pelo fone 51 998640931, inclusive pelo whatsapp ou pelo Facebook Alexandre Riet.

alexandre-riet
Alexandre Riet é  Practitioner em PNL (Programação Neuro Linguística), pelo Instituto Nacional de Excelência Humana (INEXH); Personal and Professional COACH, pela Sociedade Brasileira de Coaching;  Hipnoterapeuta Ericksoniano, nível Avançado, pela The Global Institute for Trauma Resolution (Dr. Stephen Paul Adler); Especializado em Técnicas Avançadas de Coaching (Step Beyond Coaching), pela The Global Institute for Trauma Resolution (Dr. Stephen Paul Adler); É  Hipnoterapeuta OMNI, nível Avançado, pela OMNI Hypnosis Training Center, única escola de formação em Hipnose com selo de qualidade ISO 9001, tanto em qualidade de ensino, quanto de processo de Hipnoterapia;  Membro da National Guide of Hypnotists e Instrutor de Defesa Pessoal – Faixa Preta 2º Dan em Taekwondo.

Recomendados para você:

Sobre Analice Gomes

Analice Gomes é redatora, pesquisadora, blogueira e estudante de moda. Adora ler e viajar e vive compartilhando dicas e toques legais com vocês aqui no Corpo & Estética

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *