BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

Hemofilia: tudo sobre essa doença

O distúrbio genético e hereditário é uma das causas da Hemofilia que afeta a coagulação do sangue. Quando fizemos um corte no dedo, por exemplo: Existe uma variedade de fatores que entram em ação uma precisa da outra, formando uma corrente para poderem funcionar direito.

Por isto o rompimento de uma das funções prejudica no estancamento do sangue, o que é muito perigoso, pois uma hemorragia muito grande pode levar a morte. É preciso investigar qual é a proteína que está ausente no sangue para poder repor, o tratamento deve ser feito por um médico especialista para que diminua os efeitos desta doença chamada “Hemofilia”.

O que é Hemofilia?

A hemofilia é a falta de proteínas no sangue que é necessário para a coagulação, por exemplo: quando fizemos um corte no dedo e sangra, as proteínas agem de forma que engrossa o sangue, este processo é chamado de coagulação. As pessoas que possuem esta doença tem a ausência desta proteína e por isto sangram mais que o normal.

Hemofilia: tudo sobre essa doença (Foto: Divulgação)

Existe uma serie de fatores que fazem com que o sangue seja estancado, uma pessoa com hemofilia um destes fatores não ocorre, pois pode até se formar o coagulo, mas o sangramento irá continuar. É preciso cuidar muito a pessoa que tem esta doença, pois um simples corte poderá ocasionar grande perda de sangue e levar até a morte se não tiver um socorro de imediato.

Quais são os sintomas de Hemofilia?

O sintoma da Hemofilia são geralmente sangramentos internos, que dificulta a sua identificação, mas também ocorrem na parte externa do corpo e podem aparecer na forma de manhas roxas ou sangramentos provocados por algum machucado ou corte na pele.

Hemofilia: tudo sobre essa doença (Foto: Divulgação)

Outra parte em que pode aparecer os seus sintomas é no nariz e na gengiva. Também poderão ocorrer sangramentos espontâneos nas articulações ou nos músculos. Onde geralmente aparecem são nos cotovelos, tornozelos e joelhos, ocorrendo um grande derramamento de sangue nesta parte do corpo o que pode provocar o inchaço e dor. Alguns problemas graves podem surgir quando estes hematomas aparecerem no pescoço, língua e no músculo iliopsoas.

Qual o tratamento para a Hemofilia?

Para fazer o tratamento para a Hemofilia deve-se procurar um médico especialista na área que pedirá uma série de exames para identificar onde e como está ocorrendo esta deficiência de proteínas no sangue. Geralmente o tratamento se resume na reposição pela veia no fator em que a deficiência está localizada.


Hemofilia: tudo sobre essa doença (Foto: Divulgação)

Quais são os tipos da Hemofilia?

Os fatores de coagulação estão divididos em 13 fatores diferentes, os seus nomes estão descritos em números romanos. Estes fatores são despertados apenas quando existe a necessidade do sangue coagular para parar o sangramento.

O que ocorre quem tem Hemofilia é um destes fatores não funcionar. Existem dois tipos de hemofilia, o tipo A que são pessoas com deficiência no fator VIII (oito) e o tipo B são deficientes no fator IX. Os sangramentos são iguais, o que muda é a gravidade dos sangramentos ou onde estão ocorrendo.

Recomendados para você:

Sobre bety

Meu nome é Bety, sou Pedagoga tenho duas paixões na vida: ler e escrever. Depois que começo a digitar não consigo mais parar, escrevo de tudo um pouco, informação nunca é de mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *