BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

Mariscos: confira seus benefícios para a saúde

Além dos peixes, dos quais constantemente podemos ver na mídia seus benefícios no consumo, os mariscos (frutos do mar) também merecem uma atenção especial. Esses são ingredientes quase que únicos no que se refere a nutrientes – entre os mariscos mais populares, temos os moluscos e crustáceos.

mariscos

Há países nos quais os mariscos são consumidos com muita frequência. Na capital do Panamá, por exemplo, o Mercado de Mariscos, localizado no bairro de Casco Viejo, além de comercializar os frutos do mar fresquinhos, oferece boas opções de restaurantes especializados em mariscos dentro do próprio mercado.

Os mariscos, além de oferecerem boa quantidade de proteínas, vitaminas e minerais, são baixos em carboidratos, e a maioria deles apresentam um baixo teor de gordura, que acabam nem atingindo 2% do total da sua composição. Entretanto, algum deles, como o camarão, por exemplo, têm alto índice de colesterol.

Já os moluscos têm duas conchas na sua composição, ou seja, são bivalves. Os mais populares são os mexilhões, amêijoas e ostras. Os mariscos, por sua vez, fazem parte dos artrópodes e os mais populares são os caranguejos, lagostas e camarões.

As propriedades nutricionais dos mariscos também agem como ótimos antioxidantes. A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que as pessoas devem consumir frutos do mar, justamente porque eles ajudam na prevenção de muitos males.

Principais vitaminas que os mariscos oferecem — Dentre as vitaminas, se destacam a vitamina E — que contém complexo antioxidante — e a vitamina B.

Complexo da vitamina B, o ácido fólico, por exemplo, é muito importante para mulheres gestantes, principalmente para a prevenção da anemia nutricional.

Além das vitaminas E e B, os mariscos também oferecem boa quantidade de vitamina A, importante para a nossa visão e pele.

Principais minerais que os mariscos oferecem — São eles: potássio, sódio, magnésio e iodo. Em moluscos como amêijoas e mexilhões, por exemplo, também é possível encontrar boa quantidade de ferro. Já em crustáceos como o camarão, há boa quantidade de cálcio.

Os minerais são diferentes dos outros nutrientes, já que não têm origem orgânica. Eles são importantes para o funcionamento do organismo, apesar de jamais se transformarem em energia para o organismo”, explica o especialista em clínica médica Fábio Cardoso.


Os mariscos são muito consumidos por atletas, justamente por serem muito ricos em proteínas, conter potássio, sódio, ferro e outros micronutrientes que contribuem para o sistema nervoso e bom funcionamento dos músculos.

Dicas para consumir mariscos — Evite fritar os mariscos, pois além de adicionar gordura a eles, isso fará com que na maioria das vezes eles percam seus principais nutrientes. Tente também combiná-los com gorduras “boas” como abacate, nozes e azeite. Esses alimentos auxiliarão no aumento das vitaminas A e B do nosso organismo.

Outra dica importante é consumir os mariscos acompanhados de alimentos ricos em fibra. Além de adicionarem ainda mais proteína na dieta, auxiliam também no emagrecimento. As fibras fazem com que a digestão aconteça mais vagarosamente, aumentando a nossa sensação de saciedade. É o que explica a nutricionista Ana Pontello, “Para a mesma quantidade de comida, quanto mais fibra, mais difícil é a digestão, porque maior é o gasto energético no processo. É uma dificuldade boa”.

 

 

Recomendados para você:

Sobre almy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *