BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

OS DESAFIOS DO VESTIBULAR: cuide da sua saúde mental!

Todos os anos, milhares de pessoas enfrentam o temido vestibular, que costuma acontecer duas vezes ao ano. Mas não pense que isso fica restrito apenas aos estudantes que estão se formando no Ensino Médio ou que estão no cursinho, pelo contrário, pessoas que já possuem alguma formação ou já se encontram em outra fase da vida também acabando realizando a prova.

Independente da idade e do objetivo, uma coisa é certa: o vestibular não é uma fase fácil de passar. Afinal, é muito tempo de dedicação, poucas vagas e uma disputa bem acirrada. Neste processo, muita coisa entra em jogo – inclusive a saúde mental. Então, como aliar uma atenção maior a esse aspecto tão importante de nossas vidas e, mesmo assim, se dedicar e se sair bem nas provas? É sobre isso o que falaremos hoje!

Defina metas reais para o seu dia

O primeiro passo para não saturar a sua saúde mental no período de vestibular é delimitar metas reais para a sua rotina e dia a dia. Por exemplo, se você sabe que só consegue estudar uma determinada quantidade de horas por dia, não tem lógica se forçar a fazer algo que você não consegue, certo? É por isso que as metas – que devem, sim, existir – precisam ir de acordo com a sua realidade.

Isso é importante porque, ao colocar uma expectativa muito grande no seu dia, você pode não conseguir superá-la. E o que vai acontecer? Você vai se culpar, vai se sentir mal e isso acaba atingindo diretamente a sua confiança e, claro, a saúde mental. Está tudo intimamente ligado!

Nada de se comparar com as vitórias alheias

Seu primo passou em 15 faculdades? Seu amigo manda muito bem em matemática e você não consegue compreender a matéria? Todo mundo parece saber tudo e você não? Calma, não é bem assim que funciona! Cada pessoa tem um ritmo, uma forma de aprender e, sim, as suas próprias dificuldades. Ser expert em matemática ou passar em todas as universidades possíveis pode nem ser o seu objetivo, então, pra que se comparar, não é mesmo?

Nessas horas, em vez de tentar ser a outra pessoa, uma boa dica é convidá-la para te ajudar. É como unir o útil ao agradável. Pode ter certeza que aquela pessoa também tem medos e dificuldades e você ainda pode ajudá-la com isso. É uma troca muito rica e bacana! Cada um com seus objetivos, mas determinados e com foco. Assim, dá para tornar os momentos de estudo mais descontraídos, ter uma ajudinha extra e fazer o bem para a sua saúde mental.

Escolha métodos alternativos de estudos

Você pode muito bem encontrar aquilo que faz mais sentido para a sua vida e rotina. Talvez você tenha mais desempenho de manhã ou à noite, por exemplo. Talvez faça mais sentido pra você se dedicar a uma matéria que não sabe e deixar as outras pra depois. Dá até para você apostar em outros materiais que estão mais de acordo com a maneira que consegue aprender. Existem listas de exercícios, apostilas e aulas na internet que podem te ajudar.

Viu só como o vestibular não precisa ser um bicho de sete cabeças? A principal atitude é ter segurança e acreditar que você é capaz – e está fazendo tudo o que pode dentro dos seus limites. Assim, você evita de ter problemas mais pra frente ou de até mesmo ficar doente por não ter dando um tempo para a sua cabeça. Pode ter certeza que, no final de tudo, a sua saúde mental vai agradecer muito pela dedicação!

Recomendados para você:

Sobre Editora Otimiza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *