BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

Parto natural: vantagens e desvantagens

Na hora de dar vida a uma criança, uma das decisões mais importantes que a mãe deve fazer é escolher o tipo de parto. Infelizmente, nem sempre essa decisão pode ser tomada e cumprida, já que de acordo com as condições do feto na hora do parto pode ser necessário mudar o tipo de parto escolhido anteriormente. Por exemplo, se você escolheu fazer uma cesárea, na hora H pode ser preciso optar pelo parto normal, e vice-versa.

O parto normal, também chamado de natural, é um dos mais conhecidos e oferece várias vantagens tanto para o bebê quanto para a mãe, mas nem sempre pode ser a melhor opção, variando de uma situação para outra. Por isso, antes de escolher, é essencial estar ciente das vantagens e desvantagens do parto. Veja-as a seguir.

Parto natural: vantagens e desvantagens (Foto: Divulgação)

Benefícios do parto natural

Um dos principais benefícios relacionados ao parto natural é uma melhor recuperação da mãe, que também contará com menos riscos de sofrer com infecções, hemorragias e lesões de órgãos. Outro fato que contribui para uma melhor recuperação é que a gestante irá ingerir menos medicamentos. Para completar, o parto natural diminui o risco de trombose e possibilita que a mulher volte a andar logo após o parto.

Outro ponto positivo é que no parto natural a perda de sangue tende a ser menor, pois não são necessários cortes profundos nem muito grandes. Enquanto no parto normal a gestante perde somente meio litro de sangue, na cesárea essa quantia chega a 1,5 litros. Para completar, há benefícios também para o bebê, que tende a criar um vínculo ainda maior com a mãe. Mesmo passando um pouco de estresse durante esse tipo de parto, o bebê desenvolve algumas substâncias em seu organismo que ajudam a prepara-lo para o ambiente diferente.

Parto natural: vantagens e desvantagens (Foto: Divulgação)

Desvantagens do parto natural

De forma geral, o parto natural não possui nenhuma desvantagem. Quando não é possível realiza-lo, seja por uma condição de saúde da gestante ou pelo fato do bebê não estar de cabeça para baixo, o médico informa à gestante a necessidade de realizar uma cesárea, ao invés do parto natural.


Mesmo que não haja desvantagens, o parto natural também traz alguns riscos, por isso é fundamental que a equipe médica oriente a gestante e informe caso seja necessário optar pela cesárea, para oferecer mais segurança a ela e ao bebê. Além das situações já mencionadas, outras também podem exigir uma cesárea, como: desproporção acéfalo-pélvica, hemorragias no último trimestre de gestação, bebê atravessado, sofrimento fetal, entre outros.

Parto natural: vantagens e desvantagens (Foto: Divulgação)

Anestesias são usadas no parto natural?

Existe a possibilidade, mas isso varia muito de uma situação para outra. Na maioria dos casos o parto pode ser realizado sem o uso de anestesias, sendo necessário principalmente quando há algum corte nos genitais. Quando isso ocorre, faz-se uso da anestesia local ou da raquianestesia. Também é possível optar pela anestesia desde o trabalho de parto, onde a paciente não sente nenhum tipo de dor, mas é capaz de realizar todos os movimentos necessários.

Recomendados para você:

Sobre bety

Meu nome é Bety, sou Pedagoga tenho duas paixões na vida: ler e escrever. Depois que começo a digitar não consigo mais parar, escrevo de tudo um pouco, informação nunca é de mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *