BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

Candidíase: como ocorre? Qual o tratamento?

A candidíase é um fungo que ataca tanto homens quanto mulheres. Saiba como ocorre e qual é o melhor tratamento

Segundo os médicos pelo menos uma vez na vida 80% da população brasileira irá manifestar a candidíase. Essa estatística que a princípio parece muito assustadora é muito fácil de explicar. Sabe por quê? Porque todo mundo já carrega o fungo Candida Albicans no corpo, o grande causador desse mal. No entanto, apesar de todo mundo ter esse fungo adormecido ele só se manifesta em alguns casos específicos. Então vamos descobrir agora como ocorre a candidíase, como prevenir e é claro qual o melhor tratamento.

O que é candidíase?

Conforme eu disse anteriormente a candidíase é uma infecção causada pelo fungo Candida Albicans. Ela atinge homens e mulheres de qualquer idade e pode se manifestar em qualquer região do corpo, porém, é mais comum que as áreas infectadas sejam a região da boca, da vagina e do pênis.

candidiase
A candidíase ataca homens e mulheres, mas não fiquem tristes, tem cura

Como ocorre?

Todo mundo carrega o fungo adormecido, e o responsável para que ele continue quietinho assim é nosso sistema imunológico. Todavia, não é sempre que estamos totalmente protegidos e com a saúde em dia. E é por essas e outras que a candidíase se manifesta e as chances que você fique infectado são maiores quando: há o consumo de medicamentos esteroides, possuir o vírus HIV, receber quimioterapia, ser muito idoso ou muito jovem, fazer uso de antibióticos e até mesmo a alimentação. Tudo isso contribui para a manifestação da candidíase no corpo. E muito se fala sobre a candidíase ser uma doença sexualmente transmissível, mas isso está incorreto. Por mais que possa ser transmitida através do ato sexual, ela não é considerada uma DST.

Sintomas

As regiões mais comuns para o fungo se manifestar são: Boca, vagina e pênis.

Boca: os sintomas aparecem em forma de pontos esbranquiçados na língua que variam de tamanho e quantidade, além de lesões na região.

Vagina: podem ocorrer corrimentos esbranquiçados e espessos, coceira, ardor para urinar e dor na relação sexual.

Pênis: Manchas vermelhas na região, lesões em formas de pontos e coceira.


Tratamento

Se você identificou todos esses sintomas está na hora de procurar um médico especializado. Ele irá analisar seu caso e indicar a melhor solução, mas na maioria dos casos será recomendada uma pomada para ser aplicada diretamente no local ou algum remédio via oral. Porém, existem alguns hábitos para aliviar os sintomas e até mesmo prevenir que você tenha candidíase, como: Não usar roupas apertadas, lavar a região com água morna, evitar ficar com roupas molhadas nas partes íntimas, usar camisinha na relação sexual, evitar alimentos com excesso de açúcar e não descuidar da higiene íntima.

 

Apesar de a candidíase ser uma infecção fácil de tratar, sua aparência é muito desagradável. Então para evitar esses incômodos é sempre bom ficar atento com a saúde, higiene pessoal e alimentação para evitar esses transtornos.

 

Gostou do que leu? Você conhece alguém que já teve problemas com candidíase? Compartilhe com a gente, ou deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários. Espero ter ajudado vocês e continuem com o corpo & estética.

Recomendados para você:

Sobre Jessyka

Jéssyka Saquetto é Redatora Web, estudante de jornalismo e uma aficcionada pela escrita. Além do Corpo & Estética ela vive agindo e produzindo por aí em vários outros sites.

4 comentários

  1. poliana ribeiro da costa

    muito obrigada pelas dicas vou me cuidar é baixa imunidade

  2. Depois de se faz histerectomia, é possível ainda ter candidíase ou não tem nada haver com o útero?

  3. Realmente a candidíase é uma doença horrível, mas graças a Deus ela é tratável. Existem um método vencendo a candidíase comprovado cientificamente sem dor e sem sofrimento, tudo de forma natural. para fazer no conforto da sua casa. Parabéns pelo artigo.

  4. Essa doença é terrível atrapalha até os nossos relacionamentos. Com tratamento natural e dieta consegui a cura desse problema que já tinha desde a adolescência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *