BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

CONHEÇA O MAIOR MEDO DOS HOMENS E COMO É POSSÍVEL PREVENIR

Por Fábio Saltiél

15 DE JULHO, DIA DO HOMEM – Você sabia que o maior medo do homem brasileiro está relacionado a impotência sexual? Os dados são de recente levantamento da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Dentre a parcela de 3.500 indivíduos ouvidos no estudo*, a preocupação com a disfunção masculina (28%) vem a frente de outras, tais como: de ser traído pela mulher (25%), perder o emprego (25%) ou ser assaltado (18%). Mas o que pode vir a eliminar a vitalidade sexual dos homens? Para o médico andrologista Sérgio Iankowski**, autor do livro Ereção e Falha, Falhou Por Quê?, quando se trata de disfunção erétil, quanto mais saudável a pessoa, mais proveitosa é a função do órgão sexual.

 

“Uma série de fatores podem interferir numa ereção e na manutenção da mesma. No entanto, as causas mais frequentes estão ligadas a cardiopatias e sedentarismo. Além dessas, muitas drogas e outras substâncias também podem causar danos lá embaixo”, alerta Sérgio Iankowski. Conheça algumas delas:

 

Antidepressivos

dia do homem antidepressivos

Os antidepressivos são alguns dos maiores culpados da disfunção erétil. Alguns antidepressivos – como Prozac, Paxil e Lexapro – podem diminuir a libido e realmente atrasar a ejaculação. No entanto, vale ressaltar: não abra mão de um antidepressivo apenas porque ele causa disfunção erétil. Muitas vezes, ele é o mais eficaz no seu tratamento e parar de tomar pode acarretar riscos sérios para a sua saúde.

 

Cigarro

Cigarro danifica os vasos sanguíneos e reduz o fluxo sanguíneo para o tecido peniano. Quando restrito, o sangue flui para os órgãos mais vitais primeiro, tornando o pênis um dos últimos órgãos a receber sangue – mesmo durante o sexo. Este efeito colateral não é específico de gênero: o uso regular do tabaco afeta a função sexual em mulheres também.

 

Medicamento para a pressão arterial

Os medicamentos para pressão arterial diminuem o fluxo sanguíneo no pênis, o que pode exacerbar os efeitos dos vasos sanguíneos que já foram danificados pela pressão arterial elevada. Vários estudos indicam que os medicamentos para a pressão arterial podem causar disfunção erétil, mas alguns medicamentos para a pressão arterial são “piores” que outros.

pressao arterial homem

Estatinas

As estatinas podem causar disfunção erétil no curto prazo, mas podem melhorar a função sexual no tratamento a longo prazo porque apuram a função lipídica. Diminuir os níveis de colesterol melhora a circulação geral no corpo e aumenta o fluxo sanguíneo para o pênis. Para quem não sabe, as estatinas são medicamentos usados no tratamento da hipercolesterolemia e na prevenção da aterosclerose.

 

Anti-histamínicos

Os anti-histamínicos como um todo diminuem o fluxo sanguíneo para o pênis e são bem conhecidos por causar disfunção erétil. Para piorar, eles também são mais comuns do que você pensa. Os anti-histamínicos, também conhecidos como antialérgicos, são remédios utilizados para tratar reações alérgicas, como urticária, rinite alergia ou conjuntivite, por exemplo, reduzindo os sintomas de coceira, inchaço, vermelhidão ou corrimento nasal.

 

Drogas recreacionais

Qualquer substância ilegal pode ter um impacto na sua ereção. Porém, um estudo mais recente sugere que a maconha pode ter o efeito oposto e realmente melhorar a função sexual em algumas pessoas.

 

Álcool

Como outras substâncias recreativas, o álcool pode atrapalhar a capacidade do cérebro de responder ao estímulo sexual, mas também possui alguns riscos adicionais associados ao uso prolongado. As pessoas que bebem muito por longos períodos colocam o fígado em risco, o que pode precipitar uma cascata de problemas de saúde, incluindo a disfunção erétil, diminuindo os níveis de testosterona.

 

Soja

soja

A soja contém vários produtos químicos que são estruturalmente semelhantes ao estrogênio, o que diminui a libido. No entanto, os efeitos da soja tendem a ser mais prejudiciais para os veganos e vegetarianos que consomem grandes quantidades de produtos com esse ingrediente, como tofu ou edamame – fontes de proteína ou substitutos para a carne animal. Mesmo assim, é bom maneirar se você estiver exagerando na quantidade diária.

 

(*) Levantamento ouviu 3.500 homens, acima dos 40 anos em sete cidades do País.

Dr. Sérgio Iankowski – especialista em Andrologia

(**) Médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), possui pós-graduações em Infertilidade – pela Fundação Universitária de Fertilidade e Endocrinologia (FUEFE) e pela Fundação Puigvert, Barcelona, Espanha – e em Sexualidade Humana pela Universidade Tuiuti do Paraná. Integra a Internacional Society for Sexual and Impotence Research (ISSIR) e a Sociedade Brasileira de Andrologia (SBA). É autor do livro Ereção e Falha, Falhou Por Quê? e, desde 1983, dirige o Instituto de Infertilidade e Andrologia.

 

Recomendados para você:

Sobre almy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *