BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

Hora do Ginecologista: você sabe tudo sobre higiene íntima?

A saúde íntima da mulher é reflexo do conhecimento que ela possui sobre o próprio corpo. Então, estar bem informada é indispensável para sentir-se mais segura e confiante no dia a dia. Por isso, visitar o ginecologista pelo menos uma vez ao ano é essencial. Para marcar o dia deste profissional, comemorado em 30 de outubro, a especialista ginecologista, professora da EPM – UNIFESP* e membro da FEBRASGO*, Prof. Dra. Zsuzsanna Di Bella, responde algumas das principais perguntas que surgem em seu consultório. Veja abaixo quais cuidados devem ou não ser adotados no seu dia-a-dia.

 higine intima

Ter secreção é natural.

Verdade.  A própria vagina e o colo do útero produzem fluidos considerados como secreção natural da mulher. Mas atenção: só é normal desde que seja incolor, branco-amarelado, sem odor acentuado e que não cause coceira ou ardência. Caso contrário pode ser sinal de inflamação ou infecção. Notando alguma alteração, procure o seu ginecologista.

 

Os cuidados com a higiene íntima devem ser redobrados durante a menstruação.

Verdade. Carregar lenço umedecido na bolsa, para uma possível emergência, e trocar o absorvente a cada quatro horas, mesmo em dias de menor fluxo menstrual, para evitar a proliferação de microrganismos são cuidados importantes para o período menstrual.

 

Usar lenço umedecido para se limpar é melhor do que papel higiênico.

Verdade. Limpar a vagina com lenços umedecidos ao invés de papel higiênico evita que possíveis resíduos fiquem na área íntima, porém é importante secar a região suavemente.

 

Utilizar protetor diário pode desencadear infecções.

Mito. Existem modelos diferentes de protetores higiênicos, entre eles produtos adequados para o uso diário, que são feitos com material respirável, que não abafam e nem alteram a condição natural da região íntima. Sendo assim, se usado da maneira correta, seu efeito é justamente o contrário: ele ajuda a prevenir possíveis infecções normalmente causadas pela umidade que pode ficar na calcinha, pois absorve a transpiração diária natural e neutraliza possíveis odores da área íntima.

 

É permitido o uso de sabonetes específicos para a região.

Verdade. Os sabonetes íntimos podem ser usados diariamente. A principal diferença dos sabonetes íntimos em relação aos outros sabonetes está no pH. Os sabonetes comuns têm o pH mais alcalino e podem agredir a camada protetora da pele, causando irritações, enquanto os sabonetes líquidos íntimos têm o pH ácido, entre 3 e 5, o que para a região íntima é considerado ideal, pois preserva a proteção natural da pele.

 

* EPM- UNIFESP: Escola Paulista de Medicina – Universidade Federal de São Paulo
FEBRASGO: Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Mais informações –  Imprensa FleishmanHillard Brasil

Fabiana Sorbello – fabiana.sorbello@fleishman.com.br

Louise Archanjo – louise.archanjo@fleishman.com.br

(11) 3185- 9910 | 9920

Recomendados para você:

Sobre Analice Gomes

Analice Gomes é redatora, pesquisadora, blogueira e estudante de moda. Adora ler e viajar e vive compartilhando dicas e toques legais com vocês aqui no Corpo & Estética

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *