Lipocavitação – aprenda o que é e como funciona esse procedimento!

Explicamos como funciona a lipocavitação, quais as indicações, e também se existem problemas com ela. Confira tudo aqui.

Existem muitos procedimentos médicos e estéticos que não são muito divulgados, mas que na prática ajudam muitas pessoas. Já abordamos aqui algumas técnicas como a rinoplastia ou até mesmo a lipoescultura, mas existem uma série deles que nossas leitoras nos pedem para falar sobre. O escolhido de hoje por exemplo será a Lipocavitação. Vamos explicar um pouco sobre como ela funciona, suas indicações, bem como seu preço e suas contra indicações. Vamos lá?

O que é a Lipocavitação

lipocavitação

A lipocavitação ou ultrassom cavitacional é um procedimento estético indolor que utiliza o ultrassom numa frequencia mais alta que de costume para eliminar a gordura de muitas partes do corpo: braços, costas, barriga, coxas. Formando bolhas de ar, a gordura é quebrada em forma de um líquido. Esse procedimento precisa ser associado em seguida a drenagem linfática e exercícios aeróbicos para que a eliminação de fato ocorra, caso contrário a gordura poderia se depositar novamente em outra parte do corpo e ainda elevar a taxa de colesterol.

Na técnica, primeiro é aplicado um gel condutor nas regiões com gordura localizada para que o aparelho de alta potência faça a penetração ultrassônica. Logo após isso, o equipamento é direcionado para as regiões afetadas como abdômen, glúteos e culotes. Nesta etapa é que são formadas as bolhas de ar, responsáveis por aumentar o volume das células adiposas. Ao alcançarem um tamanho ideal, essas células se rompem, liberando gordura em forma de líquido, que é, por fim, drenado e eliminado pelo sistema linfático. Simples, não?

Indicações da Lipocavitação

lipocavitação é indicada para eliminar depósitos de gordura em áreas problemáticas específicas. É muito eficaz tanto para as mulheres como para os homens. O custo do tratamento normalmente equivale a 30% do preço de uma lipospiração convencional. Para saber o preço real só é possível indo à uma clínica para ver o valor do seu pacote, pois depende da quantidade de seções e regiões que serão afetadas.

Contra indicações

Bom, existem sim uma série de casos onde a lipocavitação não é indica, principalmente nos casos de:

  • Gravidez;
  • Casos de diabetes;
  • Ocorrência de doença renal ou de doenças no fígado;
  • Pessoas que possuem o colesterol alto;
  • Casos de obesidade;
  • Cardíacos;
  • Casos de epilepsia;
  • Mulheres que utilizam DIU;
  • Pessoa que já apresenta processo infeccioso na área de tratamento;
  • Portadores de pressão alta;
  • Flebite;
  • Pessoas apresentando varizes na área a ser tratada;
  • Portadores de prótese, placas ou parafusos metálicos no corpo.

O tratamento de lipocavitação não é propriamente uma forma de perder peso, é apenas uma maneira de contornar melhor a área sobre a qual incide o tratamento. A lipocavitação é, digamos assim, um tratamento complementar, ideal para quem pretende corrigir zonas localizadas de gordura que mesmo com as dietas e o exercício físico não estão delineadas e harmoniosas como se pretenderia que estivessem. Entendeu?

Conclusão

Bom caros leitores e leitoras, espero que tenham gostado dessas informações sobre a lipocavitação. Obviamente que indicamos que procure seu médico dermatologista, para entender se realmente ela é indicada em seu caso e se pode realmente lhe trazer benefícios, ok?

Dúvidas e sugestões, os comentários estão em aberto!

One thought on “Lipocavitação – aprenda o que é e como funciona esse procedimento!

  • em
    Permalink

    Olá amigos,

    Por favor, nos envie o midia kit do blog com os dados de acesso e também dos leitores, caso tenham e também quais os valores de publicidade.

    Agradeço desde já.

    [email protected]

    Smith

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *