BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

Perimenopausa o que é?

Você já ouviu falar em Perimenopausa? É um nome que pode soar estranho, mas representa uma fase muito conhecida pelas mulheres: o climatério. Essa é uma fase muito importante na vida de qualquer mulher e pode trazer diversos sintomas desagradáveis, sendo importante se preparar, estar ciente das alterações que seu corpo pode sofrer e também buscar ajuda profissional.

Para saber mais sobre a perimenopausa, leia a seguir.

Perimenopausa o que é?

A perimenopausa é o mesmo que climatério, sendo a fase que se inicia aos 45 e 50 anos, quando a menstruação começa a falhar. O climatério é a fase de transição para a menopausa e pode durar até a pós-menopausa, em torno dos 65 anos. Os sintomas podem iniciar até dois anos antes da última menstruação, mas em cada mulher eles podem variar de intensidade.

Sendo assim, é essencial que as mulheres estejam cientes dessa fase, de quando ela se inicia e termina, e dos sintomas que podem acometer o seu corpo.

Perimenopausa sintomas

Os sintomas da perimenopausa atingem todas as mulheres, mas como falamos, pode variar de intensidade. Eles acontecem principalmente porque há bastante irregularidade nos níveis de estrogênio nessa fase, até que ele pare de ser produzido completamente. Essa irregularidade, assim como a falta do hormônio, é o grande causador de todos os sintomas.

Os principais sintomas relatados pelas mulheres são os seguintes: ondas de calor também conhecidas como fogachos, sudorese noturna, problemas para dormir e até mesmo insônia, ciclo menstrual irregular até que a menstruação cesse completamente, ansiedade, irritabilidade, depressão, calafrios, diminuição da libido, dores de cabeça, hipertensão, entre outros.

Perimenopausa como tratar?

Infelizmente, a perimenopausa e toda essa fase pela qual as mulheres passam, não possui cura. O que ocorre é que é possível aliviar os sintomas, entregando ao corpo a quantidade que ele precisa de estrogênio. Como a falta desse hormônio é a principal causa dos sintomas, se o organismo receber a quantidade que precisa, há uma grande redução na intensidade dos sintomas.

Geralmente os profissionais recomendam a reposição hormonal, mas nem todas as mulheres podem fazer e esse procedimento também aumenta os riscos de câncer. Há tratamentos alternativos, como uma boa alimentação, beber bastante água e fazer uso de medicamento fitoterápicos, além de praticar atividades físicas diariamente. Converse com o seu médico e veja o que se adequa melhor ao seu corpo e às suas necessidades.


Recomendados para você:

Sobre Editora Otimiza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *