BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates

Ritalina: indicações e como atua

A Ritalina é um medicamento indicado para tratar o Transtorno com Déficit de Atenção ou Hiperatividade, também conhecido como TDAH. O seu princípio ativo é o cloridrato de metilfenidato usado para estimular o sistema nervoso central. A Ritalina é indicada por especialistas a pessoas que sofrem TDAH ou alterações de comportamento, geralmente como última opção. Os pacientes que usam o medicamento geralmente tem entre 6 e 18 anos e demonstram dificuldade em ficar parados.

Ritalina: indicações e como atua (Foto: Divulgação)
Ritalina: indicações e como atua (Foto: Divulgação)

Como a Ritalina atua no nosso corpo

Ela atua através do sistema nervoso central, diretamente no cérebro ativando as partes que ficam sub-ativos em pessoas que possuem TDAH. Esse processo ajuda a melhorar a capacidade de se concentrar, raciocinar e ponderar, diminuindo o comportamento compulsivo e controlando os impulsos da coordenação motora.

A cápsula de Ritalina é composta de Pellets de dissolução imediata e uma camada de liberação de efeito prolongada que se estende até 8 horas. Se preferir, você ainda pode abrir a cápsula e misturar com sucos ou bebidas não alcoólicas.

Contraindicações da Ritalina

A Ritalina possui algumas contraindicações na sua bula e você deve ficar atento a elas. Pessoas com hipersensibilidade ao princípio ativo da Ritalina ou outra substância que consta na cápsula, ansiedade, hipertensão, problemas cardiovasculares, tireoide, glaucoma, tiques ou histórico de síndrome de Tourette na família não devem fazer uso do medicamento.

Você não deve usar Ritalina sem o consentimento de seu médico, pois o tratamento inicia com doses pequenas que aumentam gradativamente ao longo do tempo. O tratamento não deve durar por muitos anos, sendo necessárias consultas regularmente para que seu médico julgue se é necessário continuar ou não.

Ritalina: indicações e como atua (Foto: Divulgação)
Ritalina: indicações e como atua (Foto: Divulgação)

Efeitos Colaterais da Ritalina

Antes de começar a ingestão do medicamento, fique atento aos efeitos colaterais. Entre eles, podemos destacar: batimento cardíaco irregular, variação de humor, pensamentos ou atos suicidas, alteração da realidade, ver ou sentir coisas que não existem, síndrome de Tourette.


Em alguns casos, o paciente ainda pode sentir insônia, náuseas, aumento da pressão arterial, boca seca, perda de peso, desconforto no peito, dores musculares, entre outros.

Ritalina deve ser uma opção ou não

Como falado anteriormente, a Ritalina é cogitada como última opção para os médicos, quando os outros métodos não deram certo. Isso acontece porque ela age diretamente no sistema nervoso central e deve ser tomada com cautela. Muitos médicos receitam Ritalina desnecessariamente, quando a criança tem um excesso de atividades. Isso é errado e pode causar muitos efeitos colaterais, apenas cogite Ritalina quando não tiver mais jeito. Não se esqueça de ir ao médico, apenas ele pode decidir qual é a melhor alternativa para o seu filho.

Ritalina: preço e onde comprar

A Ritalina não é um remédio barato, mas você encontra bons descontos pesquisando. Na UltraFarma você encontra uma caixa com 30 comprimidos de 10 mg por R$28,48. Na Drogaria Minas Brasil a caixa com 60 comprimidos de 10 mg está por R$70,64.

Recomendados para você:

Sobre bety

Meu nome é Bety, sou Pedagoga tenho duas paixões na vida: ler e escrever. Depois que começo a digitar não consigo mais parar, escrevo de tudo um pouco, informação nunca é de mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *